Webinário sobre xadrez nas escolas contou com participantes ilustres e lançou ferramenta pedagógica internacional de xadrez no Brasil

Evento online contou com a participação de Rafael Leitão (bicampeão mundial de xadrez) e Francisco Tupy (doutor em aplicação de videogames na Educação), além dos convidados Wellington Cruz (Instituto Significare), Regiane Silva (Porvir) e Patricia Amaral (Pro4edu).

Na noite de quinta-feira (25 de março), o tradicional jogo de tabuleiro foi a pauta do Webinário XADREZ NA ESCOLA: O uso de GAMES como instrumento pedagógico, coproduzido pelo Instituto Significare (instituição que promove e estimula práticas de educação transformadoras) e Porvir (principal site brasileiro sobre inovações educacionais), patrocinado pela ferramenta pedagógica internacional ChessMatec (recurso digital de xadrez pedagógico) e Pro4edu (empresa de suporte para implementação de recursos pedagógicos). O enriquecedor encontro online debateu sobre as melhores estratégias para as escolas inserirem os jogos, especialmente o xadrez, no dia a dia dos estudantes e a utilização de games para engajar e desenvolver habilidades fundamentais do século XXI.
O tema de extrema relevância para o ensino atual atraiu centenas de educadores e interessados. Caso tenha perdido, você ainda pode assistir ao encontro clicando aqui 

Seja no tradicional tabuleiro ou de modo digital, o xadrez é um jogo divertido e instigante que também pode ser adotado por professores em sala de aula para o desenvolvimento de habilidades essenciais aos alunos, previstas na BNCC e que são importantes para a vida adulta. Para discutir sobre essas questões, a live contou com a presença de convidados ilustres que discutiram sobre a importância dos games e do xadrez nas escolas.

Xadrez na escola e na vida
O Grande Mestre Internacional de Xadrez, Rafael Leitão, que conquistou sete vezes o título de Campeão Brasileiro Absoluto, compartilhou suas ricas experiências com o jogo e abordou a importância do xadrez na escola e na vida. Ele começou a jogar xadrez aos 6 anos de idade e ressaltou a importância de praticar o esporte desde cedo, já que o xadrez desenvolve competências importantes para o desenvolvimento que são levadas para a vida toda “Xadrez é uma ferramenta pedagógica ensinada em diversas disciplinas e o quanto antes você treinar é melhor”, comenta o enxadrista.
Rafael também citou mitos sobre o xadrez, como a crença de que é necessário ser muito inteligente para jogar, o que não é verdade, pois todos podem praticar xadrez, basta ter dedicação para aprender a jogar “o jogo de xadrez é, sobretudo paixão. Um companheiro que podemos ter para a vida toda”, completa.

 

Rafael Leitão sagrou-se campeão mundial de xadrez duas vezes e conquistou sete vezes o título de Campeão Brasileiro Absoluto, sendo um dos recordistas de títulos nacionais

 

Games na educação: importância e possibilidades
O professor Francisco Tupy, especialista na aprendizagem baseada em jogos e responsável pedagógico pelo projeto #HistoryBlocks da UNESCO (utilizando o Minecraft e presente em mais de 100 países), expôs a importância e as possibilidades da utilização dos games na educação e o poder transformador dos jogos na sala de aula. Além disso, também citou os elementos que tornam o jogar uma ação lúdica e simbólica muito importante no processo de aprendizagem, incluindo o xadrez.
Francisco também ressalta que a partir da natureza interessante dos jogos é possível despertar a curiosidade dos alunos e direcioná-los para novos aprendizados, utilizando o termo Ludoliteracia para se referir ao ensino associado aos jogos que desenvolve habilidades e competências através da trajetória do game. Ou seja, a gamificação como facilitadora do aprendizado para potencializar o ensino de diversas disciplinas.

Francisco Tupy, doutor em games na educação e responsável pedagógico pelo projeto #HistoryBlocks da UNESCO

 

Roda de conversas sobre xadrez e jogos na educação
Atendendo às dúvidas de muitos gestores e coordenadores, a roda de debate entre os convidados do evento discutiu sobre as melhores estratégias para as escolas inserirem os jogos no dia a dia dos estudantes de forma contextualizada, com clara intencionalidade pedagógica, também ajudando professores a tornarem suas aulas mais atrativas e divertidas a partir do xadrez e de plataformas digitais. Entre as questões que foram debatidas citam-se as melhores estratégias para incluir o jogo de xadrez no cotidiano do estudante para extrair dessa experiência resultados promissores ao ensino-aprendizado e como o jogo contribui para o interesse e consequente desenvolvimento dos estudantes em diferentes áreas do conhecimento, como matemática, linguagens e ciências humanas, por exemplo.
O evento também contou com a participação de Welington Cruz, presidente do Instituto Significare e idealizador do Prêmio Professor Transformador, e da diretora de projetos do Porvir, Regiany Silva, que trilhou carreira de enxadrista profissional durante a vida escolar. No webinário, ela compartilhou um breve depoimento sobre sua trajetória pessoal com o xadrez, já que foi atleta profissional na adolescência, demonstrando como o esporte impulsionou inúmeras habilidades e seus impactos até hoje.

ChessMatec: lançamento da ferramenta pedagógica israelense no Brasil
Na ocasião também foi lançado o ChessMatec, um instrumento pedagógico digital, com o propósito de tornar o jogo de xadrez mais atrativo para crianças a partir dos 4 anos de idade. Recomendado pela federação internacional de xadrez, a ferramenta fornece recursos pedagógicos intuitivos e um programa completo para ensinar Xadrez com sucesso aos alunos, facilitando o aprendizado desde o básico do xadrez até táticas e estratégias mais avançadas por meio do seu visual lúdico e interativo. O evento contou com a fala da fundadora desse instrumento pedagógico digital, a israelense LuberAlterman (mestre de xadrez e campeã mundial).
No Brasil, o Chessmatec é distribuído pela Pro4edu, edtech que busca oferecer soluções tecnológicas criativas e eficazes para a educação. No evento online, a sócio-fundadora da Pro4edu, Patrícia Amaral, expôs o impacto do xadrez aos alunos que o praticam, citando estudos científicos que comprovam a eficácia do jogo na aprendizagem.
Alunos de todo o Brasil têm a oportunidade de conhecer o ChessMatec, pois a Pro4edu está selecionando escolas para participar do projeto piloto gratuito dessa ferramenta digital e experienciar a prática pedagógica do xadrez como aprendizagem significativa.
Para participar do processo seletivo e saber mais sobre o programa Xadrez na escola Chessmatec acesse: https://pro4edu.com.br/produtos/chessmatec/